31 julho 2016

FICHAS DE LEITURA COM PALAVRAS OLÍMPICAS, IMPRIMIR E COLORIR


Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas

Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas

Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas

Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas

Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas

Ficha de leitura com palavras olímpicas       Ficha de leitura com palavras olímpicas
Autoria das atividades: Adiléa Generoso
Fonte:http://misturadealegria.blogspot.com.br/

30 julho 2016

ESPORTES OLÍMPICOS PARA COLORIR, OLIMPÍADA 2016


Aqui estão os esportes dos jogos olímpicos de 2016. Trabalhe em sala de aula com os alunos, com todos os conteúdos fazendo a interdisciplinaridade. Ciências, reflita sobre a importância dos esportes para a saúde do ser humano, História, a participação de diversos países, Português, usando os nomes dos esportes para observar letras iniciais, sílabas medianas, finais, ordem alfabética, separação de sílabas, etc...e matemática, crie cálculos orais e escritos com o tema, escrita por extenso dos numerais, operações, etc.. 
Esportes olímpicos para colorir      Esportes olímpicos para colorir

Esportes olímpicos para colorir      Esportes olímpicos para colorir

Esportes olímpicos para colorir      Esportes olímpicos para colorir

Esportes olímpicos para colorir      Esportes olímpicos para colorir

Esportes olímpicos para colorir      Esportes olímpicos para colorir
Autoria das atividades: Adiléa Generoso

29 julho 2016

Trabalhando o folclore Brasileiro

Folclore nas Regiões do Brasil



Qual a origem do folclore brasileiro?


O folclore brasileiro, um dos mais ricos do mundo, formou-se ao longo dos anos principalmente por índios, brancos e negros. Saiba mais analisando o folclore das regiões brasileiras.

 

                       Para fazer o download do  arquivo clique na imagem abaixo                     
    
                             Região Norte                                             
 Região Nordeste

      
                  Região Centro-Oeste                                    
Região Sudeste

                                                                       Região Sul

28 julho 2016

ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS, CRUZADINHAS, LEITURA E OUTRAS, JOGOS OLÍMPICOS, IMPRIMIR


Jogos olímpicos e atividade diagnóstica       Jogos olímpicos e atividade diagnóstica

Jogos olímpicos e cruzadinha       Jogos olímpicos e cruzadinha

Jogos olímpicos e jogadores da seleção brasileira       Jogos olímpicos e jogadores da seleção brasileira

Jogos olímpicos e autoditado       Atividade  sobre os jogos olímpicos

Jogos olímpicos e leitura de futebol       Jogos olímpicos e leitura de futebol 


Jogos olímpicos e atividade diagnóstica       Jogos olímpicos e atividade diagnóstica

Jogos olímpicos e cruzadinha       Jogos olímpicos e cruzadinha

Jogos olímpicos e jogadores da seleção brasileira       Jogos olímpicos e jogadores da seleção brasileira

Jogos olímpicos e autoditado       Atividade  sobre os jogos olímpicos

       Jogos olímpicos e leitura de futebol 
Jogos olímpicos e leitura de futebol
Autoria das atividades: Adiléa Generoso
misturadealegria.blogspot.com.br

O que fazer quando a criança pede opinião para tudo


Seu filho é inseguro? Ele pede sua opinião para tudo - da escolha das roupas às brincadeiras? Veja como ajudá-lo a ser mais independente




Sua preocupação é pertinente, já que a criança provavelmente sofre quando tem de se posicionar. "Isso, porém, não significa que os pais devem simplesmente escolher pelo filho para aliviar seu sofrimento. É preciso que ele desenvolva a capacidade de tornar-se autônomo. O papel deles é apoiar, tranquilizar e orientar", pontua Ana Paula Magosso Cavaggioni, psicóloga da Clia Psicologia e Educação, em Santo André (SP). O primeiro passo para entender o que está por trás de um comportamento tão inseguro, segundo Rosimeire de Oliveira, psicóloga e mestre em neurociência e cognição, de São Paulo, é uma análise crítica dos próprios pais. Eles não toleram erros (deles mesmos ou da filho)? A escola é muito rígida e cobra alto desempenho? "As causas mais comuns para baixa autoestima nessa idade são comparações negativas com outras crianças, pais que não são afetuosos, bullying e supervalorização da aparência", aponta Rosimeire. A seguir, atitudes simples a ser adotadas pelos pais que podem ajudar a criança a desenvolver autonomia.
  • Quando ele não conseguir escolher uma sobremesa, por exemplo, digam qual é a favorita de cada um e incentivem o pequeno a provar várias até descobrir a dele. É importante que ele saiba que as escolhas podem ser revistas e aprimoradas com o tempo.
  • Se ele está em dúvida entre duas roupas, experimentem fazer uma análise leve: "Essa é mais alegre, essa é mais séria. Como você está se sentindo hoje?" Digam que os dois são lindos e que ele pode escolher um em um dia e o outro no seguinte. Assim, a criança percebe que a escolha é dela, mas que os pais ficarão igualmente felizes, independentemente de qual ela usar.
  • "Que desenho faço agora?" Nesse caso, podem dizer que o mais importante é se divertir com a atividade. Tirar o peso da escolha de coisas simples do cotidiano aliviará a angústia.
  • Peçam a ajuda da criança para as questões do dia a dia na casa, alegando que vocês estão em dúvida. Que tal pedir a opinião dela sobre onde pendurar um quadro ou colocar o vaso novo?
  • Há decisões que podem ser tomadas apenas pelos adultos, como a hora de dormir e estudar. Elas não devem ser repassadas à criança, sob o risco de deixá-la mais insegura. O excesso de alternativas também deve ser evitado para que não se sinta confusa.
Para Ana Paula, o comportamento pode ser consequência de uma das fases do desenvolvimento, que, como as outras, passará. "Se a pulga atrás da orelha persistir e a indecisão estiver presente de forma intensa, causando sofrimento à criança, é necessário buscar ajuda e orientação de um psicólogo", pondera.
Fonte:Educar para crescer

27 julho 2016

Ensino Médio: a etapa final da formação Dicas para pais e alunos enfrentarem esta fase de novos desafios